quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Você é o que você veste

Por Mary Beth Bonacci


Traduzido e adaptado por Andrea Patrícia


 


Modéstia significa vestir para mostrar a pessoa, não apenas as partes.


Como eu disse antes, minha vida é vivida em temas.


O último tema começou quando eu comprei livro de Wendy Shalit (excelente) A Return to Modesty (Um Retorno a Modéstia). Depois, na semana passada, recebi um telefonema de um repórter querendo escrever uma história sobre a modéstia. Fez-me pensar que provavelmente já era tempo de ter este tema abordado por mim mesma. É importante, afinal. E, para além desta recente, isolada enchente de atenção, a virtude da modéstia realmente não fica muito em foco atualmente.


E assim, eu consultei o meu melhor barômetro social - The Young and the Restless* (os jovens e os inquietos). E eu ali observei o mesmo fenômeno que havia observado no resto da sociedade. Embora a idéia de deixar o sexo para o casamento pareça estar lentamente se recuperando, não há paralelo na tendência em incentivar um regresso a modéstia no vestuário. Em Y & R, vários casais que decidiram se abster de relações sexuais até seu casamento, sua noite de núpcias, e muito barulho é feito sobre essa decisão. Mas as jovens noivas que tão convincentemente cantavam as virtudes da abstinência pré-nupcial são as mesmas mulheres que constantemente desfilam em  decotes e minúsculos biquínis, mostrando seus corpos aprimorados e salinos para qualquer um e todos verem.


Eu já decidi que a questão da modéstia corta o coração da diferença entre abstinência e castidade. Abstinência é simplesmente abster-se de relações sexuais - a fim de prevenir doenças sexualmente transmissíveis, gravidez, ou desgosto emocional, seja o que for. Tecnicamente, então, não importa muito o quê se usa (ou o que não se usa), enquanto não haja sexo. Uma mulher pode vestir-se inapropriadamente da forma que ela gosta, desde que ela não tire o pouco que está usando e pule na cama com alguém.


Castidade, por outro lado, é mais do que simplesmente abster-se de sexo por uma razão ou outra. Castidade é abrangente. É uma atitude de respeito pelo poder, a beleza e a dignidade da sexualidade humana, e é um estilo de vida que põe em ação o respeito. Para a castidade não basta dizer "Eu não estou fazendo sexo." Castidade diz, "O sexo é belo, sagrado e privado e todos os aspectos da minha vida vão respeitar isso."


Honestamente, a maioria das mulheres não compreende perfeitamente a importância da modéstia. E elas não entendem particularmente (como eu não entendia por anos) por que tanto do ônus para vestir modestamente é colocado sobre elas. "Por que é sempre sobre nós?" Eu pergunto. "Afinal, eu não estou reclamando sobre o que os rapazes estão vestindo. Porque o que as mulheres usam é tão importante?"


Mas então eu fui crescendo, e comecei a falar com os homens sobre o que é ser um homem. E sobre o que é gostar de ser um homem de dezoito anos de idade. E de repente tudo fez sentido. Não é sobre a opressão sistemática das mulheres ou a sociedade patriarcal ou qualquer coisa assim. É simples biologia. Homens e mulheres são “ligados” de maneira diferente. Os homens são muito mais orientados visualmente do que as mulheres são. Eles são muito mais sexualmente afetados por aquilo que eles vêem. Naturalmente as mulheres não entendem. Nós não temos a mesma reação sexual visualmente ao corpo masculino. É por isso que a revista Playgirl nunca decolou. A toda esta situação me faz lembrar de uma fala de Seinfeld, quando Elaine  diz, "A forma feminina é uma coisa de beleza, é uma obra de arte. O corpo masculino é mais funcional - você sabe, como um jipe."


Então, de qualquer forma, eu aprendi muito a falar com esses rapazes. Eles me disseram o que é ser um homem que está muito empenhado em viver a castidade e respeitar a dádiva da sexualidade. Querem ver uma mulher por quem ela é, vê-la como uma pessoa humana, criada à imagem e semelhança de Deus e amada por Ele para o seu próprio bem. Mas, se ela está vestida de uma forma que expõe ou acentua determinadas partes do corpo, as "partes" expostas clamam por atenção. "Ei, olha para mim!" elas dizem. "Eu sou uma parte. Sou uma parte divertida! Olá! Aqui!" É uma enorme distração, para dizer o mínimo.


Agora isto me motivou a vestir-me modestamente. Afinal, mulheres, como é que vocês preferem que os homens olhem para vocês? Vocês preferem que eles digam "eu gostaria de conhecê-la melhor" ou "eu gostaria de ter um pedaço disso"?


Modéstia é sobre sermos vistas por quem somos, é sobre mostrar nós mesmas, não as nossas partes. Trata-se de exigir o respeito devido a uma imagem e semelhança de Deus, e não permitindo-nos a ser vistas como objetos, meros meios para a satisfação de alguém.


Original em Real Love.



Nota da tradução:

* título de uma famosa novela da tevê norte-americana de 1973.

vida